Lazer
Semana da Cultura Caiçara valoriza hábitos e histórias do povo litorâneo

Semana da Cultura Caiçara é retomada após dois anos suspensa e terá extensa programação até dia 31 de maio

Com uma programação variada até dia 31 de maio, teve início na quarta, dia 25, a 5ª Semana da Cultura Caiçara de Praia Grande, que terá exposições, música, teatro, contação de história, entre outras atividades gratuitas no Palácio das Artes e outros espaços públicos.

A abertura do evento estava prevista para quarta, dia 25, com as exposições O Artista e seus Caminhos, com obras do artista plástico e antigo morador do Rodolfo Rondon, que terá mais de 130 produções expostas na Galeria Nilton Zanotti. Todas produzidas ao longo dos mais de 50 anos de carreira do artista. O público poderá conferir quadros e esculturas que transitam entre conceitos da fauna e flora e, sobretudo, na expressão da vida do sujeito antigo e na contemporaneidade.

E na sexta-feira, dia 27, Rondon fará uma roda de conversa e também uma oficina de xilogravura, denominada de A Arte, suas técnicas e caminhos, na Galeria de Artes (as inscrições também são feitas antecipadas no Núcleo). Ainda na mesma data, uma oficina com música e performance Ciranda Caiçara trará diversão aos presentes no PDA.

Uma novidade da exposição O Artista e seus Caminhos é que os visitantes conseguirão saber mais sobre as obras por meio de QrCodes instalados por toda a Galeria. “A partir desta exposição, teremos a possibilidade de que as pessoas entendam o que o artista estava pensando na concepção de cada detalhe da obra e o contexto em que ela foi feita. Será uma experiência interessante ao público, em que utilizaremos a tecnologia como nossa aliada”, conta o secretário de Cultura e Turismo, Mauricio Petiz.

O Museu da Cidade trará artigos, como imagens e artefatos, que remetem ao povo caiçara na exposição O Caiçara Pescando o Mar. A mostra evidencia o modo de vida deles, principalmente com suas idas ao mar, que carrega, além de seus apetrechos, a esperança de dias melhores.

PROGRAMAÇÃO – Na quinta, dia 26, a agenda segue no PDA com a cena teatral A Lenda das Encantadas, às 14h, e a exibição do documentário História Regional da Baixada Santista, Território e População, às 14h15, no Teatro Serafim Gonzalez. O projeto audiovisual feito pelo Centro de Memória da Educação de Praia Grande, da Secretaria de Educação, analisa os caminhos que compunham a região e a formação da Cultura Caiçara na história do século XVI ao século XIX. Após a exibição, a roda de conversa Caminho do Rei e os Passos Caiçaras terá Rafael Silva e Silva, pesquisador e um dos roteiristas do documentário, para falar sobre o assunto.

No mesmo dia tem início uma programação especial de oficinas ministradas por participantes das Feiras de Artesanato de Praia Grande. Os interessados poderão aprender, durante a Semana da Cultura Caiçara, a confeccionar acessórios, com técnicas de arte em cerâmica, couro, fibra natural (folha de palmeira) e sisal, além de cocada de jaca. As oficinas estão sendo feitas com inscrições antecipadas. É necessária a apresentação de documento de identidade e comprovante de vacinação contra covid no Núcleo Artístico Palácio das Artes (de segunda a sexta, das 9h às 17h), para efetuar o cadastro.

TRIBUS – A ONG Companhia de Artes Tribus realiza o projeto É Hora de Arte, no sábado, dia 28, na praça Helena Cardoso Bernardino, no Samambaia, das 14h às 17h. Serão oferecidas oficinas de teatro, dança, circo e grafite para crianças de 7 a 12 anos de forma lúdica e criativa. Todas gratuitas. O projeto terá ainda uma segunda ação na Baixada Santista na segunda, dia 30, em Peruíbe, na Colônia Veneza, com a participação de alunos de escolas da região, também das 14h às 17h.

Foto: Divulgação PMPG/Fred Casagrande

 

Ecovias

ecovias