Inclusão da Corrida da Apae no Calendário de Eventos é aprovada

 

Vereadores aprovaram seis proposituras e acataram um veto de autoria do Executivo na sessão desta semana

Aprovado em primeira discussão na sessão de terça-feira, dia 10, o Projeto de Lei nº 70/2022 prevê a inclusão da Corrida e Caminhada da APAE-PG no Calendário Oficial de Eventos de Praia Grande.

A propositura, de autoria do vereador Marcos Rogério Camara (MDB), visa tornar a prova de pedestrianismo em prol da entidade um evento oficial da Cidade, tendo em vista que neste ano chegou a sua quinta edição (ficou suspensa por dois anos devido à pandemia de covid-19).

Segundo Camara, o objetivo é oficializar o evento, que promove a inclusão de pessoas com deficiência em Praia Grande. “Toda pessoa precisa do outro para viver, as pessoas com algum tipo de deficiência não são diferentes. Eles precisam ser inseridos em outros espaços pois a grande maioria fica apenas em casa com seus familiares ou somente frequentam alguma instituição”, salientou o autor, que completou. “Assim sendo, por entendermos a importância desta atividade é que submetemos para apreciação desta Casa Legislativa com o fito de deixa-la oficialmente no Calendário de Eventos.”

Outra propositura de Marcos Camara relacionada a eventos em Praia Grande que foi aprovada na sessão foi o Projeto de Lei nº 71/2022, que cria a Feira Mística na Cidade, que seria realizada num final de semana de outubro, e teria como objetivo incentivar a diversidade religiosa por meio da disseminação de conhecimento, respeito a pluralidade e o debate sobre a arte e o sagrado. “Mostrar que o diálogo religioso perpassa por vários temas, tanto na arte como no sagrado, fomentando o respeito pelas diversas crenças existentes no Brasil e em outros países, cuidando das pessoas pela espiritualidade, Deus e a caridade”, justificou o autor do projeto.

O vereador Thiago Rodrigues (PTB) sugeriu ao autor que mudasse o nome da feira, pois a palavra “mística” não contempla todas as religiões, já que as religiões cristão não se incluem no misticismo.

ORDEM DO DIA – Ainda na sessão foram aprovadas outras cinco proposituras, são elas o Requerimento nº 174/22, questionando o Executivo sobre a real necessidade de realização da obra na avenida Ministro Marcos Freire; Veto Total nº 14/22, do Executivo ao Projeto de Lei nº 20/22, que dispõe sobre a obrigatoriedade no âmbito municipal da divulgação de informações sobre obras públicas paralisadas, contendo os motivos, tempo de interrupção e nova data prevista para término; Projeto de Lei nº 64/22, que obriga estabelecimentos públicos e privados no município a inserirem nas placas de atendimento prioritário o símbolo mundial do autismo; PL nº 44/22, que cria o Programa " Empresa Amiga da Saúde da Mulher”; e o Projeto de Resolução nº 9/22, que altera a redação dos artigos 5º, 7º e 10º do anexo da Resolução nº 1/19, alterado pela Resolução nº 8/21, que trata da Escola do Legislativo.

Foto: Divulgação CMPG/Lais Castedo Coura

 

 

Ecovias

ecovias