Após ser agredida por namorado, mulher é encontrada morta em casa

Seu companheiro de 50 anos é o principal suspeito do crime e está desaparecido

Na segunda-feira, dia 6, uma mulher de 53 anos foi encontrada morta em sua casa em São Vicente. A vítima foi localizada pelo filho e segundo a Polícia Militar (PM), ela apresentava marcas no pescoço, que podem indicar enforcamento. O principal suspeito do crime é seu namorado de 50 anos. Câmeras de monitoramento flagraram o suspeito no imóvel no dia do crime. Há poucos dias ele já havia agredido.

A PM foi acionada às 16h30 e as viaturas foram dirigidas a um condomínio localizado na avenida Minas Gerais, no Vila Voturuá. Segundo os policiais, o filho da vítima disse que tentava entrar em contato com a mãe desde sábado, dia 4, e não obteve resposta. Ao chegar no local o filho arrombou a porta e encontrou a mãe no chão de um dos quartos.

O casal estava junto há mais de um ano. Nas redes sociais a vítima sempre afirmava que amava o companheiro. Familiares relataram que o homem nunca se mostrou violento para a família, e que os filhos não sabiam que ela tinha sofrido agressão.

O corpo da vítima foi sepultado no Cemitério da Areia Branca, em Santos, na tarde de terça-feira, dia 7. Segundo publicado pela família, não houve velório, devido ao avançado estado de decomposição do corpo.

INVESTIGAÇÃO – Quem está à frente do caso é o delegado assistente da Delegacia de Defesa da Mulher de São Vicente, Lucas Santana dos Santos. Ao analisar as imagens das câmeras o delegado contou que às 1h10 de domingo, dia do crime, o casal chegou junto de carro. Depois, às 2h36 o suspeito saiu da casa sozinho com uma bicicleta e uma mochila. Segundo a autoridade policial, desde o fato o homem não foi localizado e já foi decretada a prisão temporária.

Em nota, a Prefeitura de São Vicente, por meio da Secretaria de Saúde (Sesau), informou que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atendeu ao chamado na tarde de segunda. O caso seria de uma mulher em parada cardiorrespiratória, mas foi constatado que a paciente estava em óbito evidente. O Samu acionou a PM, que por sua vez mobilizou a Polícia Civil para prosseguir com a ocorrência.

O caso foi encaminhado para a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de São Vicente, onde está sob investigação da Polícia Civil.

11/12/2021

Foto: Reprodução

 

Ecovias

ecovias