Segundo dia de provas do Enem aconteceu neste domingo, dia 21

Inscritos solucionaram questões relacionadas à ciências da natureza e matemática e suas tecnologias

 

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 não terminou no domingo, dia 21. O segundo dia de aplicação de prova foi nesse domingo, dia 28. Os inscritos tiveram cinco horas para solucionar questões relacionadas à ciências da natureza e matemática e suas tecnologias.

 

O local de prova foi o mesmo que do primeiro dia. E, os portões abriram às 12h e fecharam às 13h (horário de Brasília). Como não teve redação neste segundo dia, os inscritos tiveram cinco horas para responder às 90 questões e o exame terminou às 18h30min.

O primeiro dia de aplicação do Enem 2021 digital e impresso teve 26% de abstenção. Do total de 3,1 milhões de candidatos inscritos, cerca de 2,3 milhões compareceram às provas no domingo, dia 21, em mais de 1,7 mil municípios. Os números foram divulgados nesta noite pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Considerando apenas o Enem impresso, que concentra a maior parte das inscrições, 3.040.907, as faltas chegaram a 25,5%. O estado com a maior porcentagem de faltas foi o Amazonas, com 40,6%. No Enem digital, 46,1% dos 68.893 inscritos não compareceram ao exame.

O segundo dia da aplicação da prova, até o momento não houve divulgação do número de abstenção.

Na edição de 2020, aplicada em janeiro deste ano, o primeiro dia do Enem impresso registrou a abstenção recorde de 51,5%. Já no primeiro dia do Enem digital 2020, 68,1% dos 93 mil candidatos inscritos faltaram às provas. No primeiro dia do Enem 2021, os estudantes fizeram as provas de redação, linguagens e ciências humanas.

O tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) desta edição foi Invisibilidade e Registro Civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil, segundo divulgou o Ministro da Educação, Milton Ribeiro, em suas redes sociais. Nesta edição, de acordo com Inep, o tema da redação foi o mesmo tanto para o Enem impresso quanto para o digital.

As notas do Enem podem ser usadas para acesso ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e ao Programa Universidade para Todos (ProUni). Para tanto, o candidato não pode tirar nota zero na redação. Os participantes do Enem podem ainda pleitear financiamento estudantil em programas do governo, como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), e se candidatar a uma vaga em instituições de ensino superior portuguesas que têm convênio com o Inep.

Texto: Danielle Martins

Crédito: Divulgação/Luccas Diaz

 

 

 

 

 

Ecovias

ecovias