Mostra Internacional de Cinema de SP vai exigir comprovante de vacinação no retorno das sessões presenciais

Este ano, o evento reúne 264 títulos, de mais de 50 países, com olhar especial para as produções latino-americanas e brasileiras

 

A 45ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo começa na próxima quinta-feira, dia 21, e segue até o dia 11 de novembro, com exibições de filmes como A Crônica Francesa, de Wes Anderson, Noite Passada em Soho, de Edgar Wright, e Bergman Island, de Mia Hansen-Love. A exibição presencial dos filmes será feita em 15 espaços selecionados da capital, com ocupação de 50% das salas, distanciamento social, protocolos de segurança e exigência do comprovante de vacinação na entrada das sessões.

 

Este ano, o evento reúne 264 títulos, de mais de 50 países, com olhar especial para as produções latino-americanas (29 no total) e brasileiras (outros 40 filmes, na Mostra Brasil).

Os conteúdos online, como funcionaram no ano passado, também ficam disponíveis como alternativa aos cinéfilos de plantão. A seleção de títulos estará disponível na Mostra Play, Sesc Digital e Itaú Cultural Play.

Além dos destacados acima, que inauguram o evento, vale ficar de olho no Titane, de Julia Ducournau (vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cannes 2021), Annette, de Leos Carax (vencedor de Melhor Direção no Cannes 2021), Zalava, de Arsalan Amiri (vencedor da Semana da Crítica no Festival de Veneza 2021), Encontros, de Hong Sang-soo (vencedor do Melhor Roteiro no Festival de Berlim), Sr. Bachmann e Seus Alunos, de Maria Speth (vencedor dos Prêmios do Júri e do Público no Festival de Berlim).

Na programação paralela e gratuita, a experiência de ver um filme ao ar livre está entre os destaques.

Na lista de exibições no museu de Lina Bo Bardi, é possível encontrar Summer of Soul, de QuestLove; Bob Cuspe, Nós Não Gostamos de Gente, de Cesar Cabral, e a estreia mundial de A Viagem de Pedro, de Laís Bodanzky.

Há também debates, cursos e oficinas para quem quiser mergulhar ainda mais nas esferas do cinema.

É só acompanhar todos os detalhes da 45ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo pelo site oficial do festival https://45.mostra.org/. Lembrando que nem todos os filmes exibidos nas salas estarão disponíveis nas plataformas online e vice-versa.

REFUGIADOS – De forma inédita, dois filmes da Mostra serão exibidos no Museu da Imigração de SP, na Mooca.

Um deles é o longa-metragem brasileiro 7 prisioneiros, estrelado por Rodrigo Santoro. A exibição faz parte da parceria com o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) e envolve a temática deslocamento forçado.

Também fazem parte da programação dois filmes do Afeganistão, um deles dirigido por uma mulher, que ajudam a entender o momento atual que vive o País, com a volta do Talibã ao poder.

A personalidade escolhida para ser homenageada nesta edição com o Prêmio Leon Cakoff, que leva o nome do idealizador, já falecido, da Mos-tra, é a diretora e atriz baiana Helena Ignez, grande ícone do cinema marginal brasileiro.

17/10/2021

Foto: Reprodução

 

 

Ecovias

ecovias