Com mais de 280 atletas, Hang Loose Surf Attack começa quinta

Circuito de base acontece na praia de Camburi, em São Sebastião até 3 de outubro

Um dos principais e tradicionais circuitos de surfe de base está prestes a começar, levando alegria e competitividade aos amantes do esporte. A primeira etapa do Hang Loose Surf Attack inicia na quinta-feira, dia 30, na praia de Camburi, em São Sebastião.

Organizado pela Federação de Surf do Estado de SP (SPSurf), a 33ª edição terá quatro dias de baterias, que acontecem até domingo, dia 3 de outubro, com a presença de 288 competidores, número recorde desde a criação do evento em 1988.

 

As baterias reúnem atletas com até 18 anos, de nove estados brasileiros (Santa Catarina, Rio de Janeiro, Bahia, Paraná, Rio Grande do Norte, Paraíba, do Espírito Santo, Pernambuco e Ceará), tendo ao todo oito categorias, sendo feminino e masculino sub-12, sub-14, sub-16 e sub-18, que definirão quais serão os futuros campeões.

 

Os primeiros confrontos serão entre atletas das categorias sub-16 e 18, com previsão a partir das 8h, com previsão climática que indica boas ondas. Segundo a SPSurf, todos os protocolos de segurança e de higiene exigidos para evitar a disseminação do coronavírus serão seguidos. O uso de máscara será obrigatório, garantindo a proteção da equipe técnica, atletas e público.

 

O presidente da instituição, Zé Paulo, informou que a Federação tem a obrigação de melhorar a vida profissional dos atletas. “Nosso compromisso é manter a qualidade e a competitividade que o Hang Loose Surf Attack sempre proporcionou. Estamos falando de um evento que abriu portas e deu visibilidade para muitos atletas, entre eles, Gabriel Medina e Adriano de Souza, dois melhores do mundo e o performático Filipe Toledo, que logo deixará seu nome no hall dos campeões mundiais. Tenho certeza que ainda revelará muito mais”, comentou.

 

Para o empresário e criador da marca Hang Loose, Alfio Lagnado, o evento mexe com a esperança dos jovens. “É um campeonato que dá visibilidade para quem sonha em um dia ter o nome marcado no CT (elite do Circuito Mundial). É sempre uma felicidade acompanhar a performance da nova geração. Neste circuito teremos novidades, premiação diferenciada para dar mais estímulo aos atletas”, comentou.

 

Ao final do torneio serão oferecidos R$ 50 mil em prêmios, maior valor já distribuído na história do circuito. A novidade é que os campões do ranking estadual, na última etapa, apenas da categoria sub-18 (masculino e feminino), receberão pela primeira vez uma Scooter Elétrica Mobyou 0 km.

 

Durante as etapas, os campeões das categorias sub-16 e sub-18, também ganham premiações em dinheiro de R$ 1 mil cada, além de troféus. Já o restante dos pódios, das categorias também recebem dinheiro: o segundo lugar, R$ 500; terceiro (R$ 300) e o quarto lugar (R$ 200). Outros R$ 2 mil serão ofertados para os vencedores do Fu Wax Air Show e para a Melhor Manobra Feminina (R$ 1 mil cada).

 

Os finalistas das demais categorias receberão troféus, blocos de prancha, leashs (cordinhas), protetores solares e decks antiderrapantes. O Hang Loose Surf Attack 2021 também vai oferecer gincanas e sorteios de brindes ao público.

 

30/09/2021

 

Foto: Divulgação/Munir El Hage

 

Ecovias

ecovias