Santos é desclassificado na Sul-Americana em jogo que nada deu certo para o time

Fernando Diniz colocou seis atacantes em campo e não conseguiu o empate para o Peixe.

O sonho do título da Copa Sul-Americana acabou para o Santos na noite de quinta-feira, dia 19. O Peixe perdeu o jogo de volta das quartas de final por 1 a 0 para o Libertad, no Defensores del Chaco, e foi eliminado pelo critério de gols marcados fora de casa – o time brasileiro havia vencido o duelo de ida por 2 a 1, na Vila Belmiro. O time paraguaio, que teve presença de dois mil torcedores no estádio, fez o único gol do jogo com Ferreira e avança às semifinais para enfrentar o Red Bull Bragantino. Sem reação após o gol sofrido, o time de Fernando Diniz agora se concentra em outras duas frentes: Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil.

 

Seis atacantes. Foi assim que o Santos terminou a partida, no desespero para marcar o gol de empate. Estavam em campo Marcos Guilherme, Marcos Leonardo, Lucas Braga, Ângelo, Bruno Marques e Raniel, o último a entrar, na vaga do zagueiro Luiz Felipe. Nem assim a equipe de Fernando Diniz conseguiu criar: foram apenas quatro finalizações em 90 minutos. Nem o próprio Diniz conseguiu explicar o que foi feito nas substituições.

 

Fora da Sul-Americana, o Santos volta suas atenções à 17ª rodada do Brasileirão: enfrenta o Internacional no próximo domingo, às 18h15, na Vila Belmiro.

 

20/08/21

 

Foto: Reprodução

 

Ecovias

ecovias