Ação em PG remove ranchos ilegais e detém uma pessoa em área do Parque Estadual Serra do Mar

Atividade foi feita pela Guarda Ambiental de PG em parceria com agentes da Fundação Florestal

A Guarda Ambiental de Praia Grande, que integra o Setor Ambiental da Guarda Civil Municipal (GCM) da Cidade, removeu cinco ranchos em área de preservação ambiental do Parque Estadual Serra do Mar e prendeu um homem durante ação.

A atividade ocorreu em parceria com agentes da Fundação Florestal, da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado, responsáveis pela gestão do Parque Estadual/Núcleo Itutinga Pilões.

Os ranchos estavam sendo usados de forma irregular para a prática de caça e extrativismo. Os espaços ficavam localizados no Morro do Estaleiro e haviam sido identificados pela Fundação Florestal em ações anteriores.

Segundo o inspetor da Guarda Ambiental praia-grandense, Fábio Rogério Marques, as equipes percorreram pouco mais de 8,3 km pela mata, com oito horas de incursão. “Os ranchos não configuravam moradias e estavam no interior da unidade de conservação”, explicou.

Em um dos ranchos, um homem foi identificado e mantinha uma espingarda com 35 munições. Por conta das irregularidades, ele foi conduzido até a delegacia e enquadrado no artigo de Lei de Crimes Ambientais, somando a posse/porte de arma de fogo sem registro. Por conta disso ele foi preso.

Marques informou que a ação requer planejamento e sigilo por ser um local de difícil acesso. “Os ranchos foram inutilizados. A nova resolução estadual prevê multa de R$ 10 mil reais para os casos registrados durante a fiscalização e o homem preso pelo porte de arma de fogo ainda será autuado, pois, as penas são cumulativas”, finalizou.

20/05/2021

 

Ecovias

ecovias