Fase de transição é prorrogada até 9 de maio em SP

Agora os comércios e demais setores estão autorizados a atender entre 6h e 20h

O Governo do Estado informou na quarta-feira, dia 28, que a fase de transição foi prorrogada por uma semana e ampliou o horário de funciona-mento dos setores comerciais.

A fase é considerada intermediária, misturando regras das etapas vermelha e laranja do Plano SP, iniciou dia 18 e terminaria na sexta-feira, dia 30, mas continuará em vigor de 1º a 9 de maio. Agora os comércios e demais setores estão autorizados a atender entre 6h e 20h. Antes os serviços não essenciais só abriam das 11h às 19h.

Apesar disso, a ocupação máxima dos locais continua 25%, o toque de recolher segue das 20h às 5h, assim como as recomendações de teletrabalho aos setores administrativos e o escalonamento de entrada e saída de trabalhadores da indústria, serviços e comércio.

Mesmo com a queda dos índices de saúde, o governo estadual atendeu a orientação do Centro de Contingência do Coronavírus. Uma nova coletiva será feita na próxima semana para anunciar se as etapas regionalizadas voltarão, com reabertura conforme os indicadores de cada região.

O Centro de Contingência vê evolução nos indicadores após a segunda onda, que teve como um dos fatores a disseminação da variante P1, que surgiu em Manaus. Segundo o Instituto Adolfo Lutz, em janeiro 20% dos casos eram da variante P1, que em abril se tornaram 90% e mesmo com ela, tem sido possível reduzir de forma progressiva das taxas do vírus. Porém, as medidas e cuidados de higiene devem ser mantidas.

Também na quarta, o Instituto Butantan divulgou o início da produção de mais uma vacina contra a covid, a Butanvac. São esperadas 40 milhões de doses, mas neste momento serão 18 milhões divididas em três fases. A aplicação só ocorrerá com a aprovação dos testes e estudos pela Anvisa.

29/04/2021

 

Ecovias

ecovias