Comin, Raquel e Cunha lideram pesquisa A Tribuna

Desde 2017, o total de divórcios no estado vinha diminuindo no mês de junho, e só voltou a subir neste ano

 

 


Na pesquisa, Comin aparece em primeiro com 12,9%; Raquel em segundo, com 11,2%; e Cunha em terceiro, com 7,4%

Com margem de erro de 3,8%, levantamento da intenção de votos em Praia Grande do Instituto de Pesquisas A Tribuna (Ipat) aponta empate técnico entre os candidatos Alexandre Comin (Podemos), Raquel Chini (PSDB) e Alexandre Cunha (Republicanos).

Em sua primeira corrida eleitoral para o Executivo, o vereador Comin soma 12,9% das intenções de voto, seguido por Raquel, que totaliza 11,2% das citações; e pelo ex-vice prefeito Cunha, com 7,4%.

Em seguida vem os candidatos Danilo Morgado (PSL), com 4,7% das citações; e a vereadora Janaina Ballaris (PL), com 4,5% do eleitorado. Ambos também estão tecnicamente empatados com Cunha, na terceira posição.

Os outros três concorrentes da corrida eleitoral em Praia Grande aparecem com menos de 1%: Professor Maurício Barbosa (PT), com 0,7%; Erika Pedrosa (PRTB), com 0,5%; e Jasper Lopes (PSOL), com 0,3%. Indecisos somaram 33,6%,enquanto 15,3% disseram que não vão votar em nenhum dos concorrentes e 8,8% responderam que votarão em branco ou nulo (8,8%).

REJEIÇÃO – O candidato Alexandre Cunha registrou o maior índice de rejeição entre os postulantes à Prefeitura, citado por 7,2% dos entrevistados. A vereadora Janaina Ballaris aparece em segundo, com 5,3%; Delegado Comim, com 4,8%; Raquel Chini, com 4,3%; e Danilo Morgado, com 2,7%. Não rejeita nenhum dos concorrentes somou 14,2%, enquanto 7,2% disseram rejeitar todos os candidatos.

Em meio à pandemia, 86% dos participantes da pesquisa afirmaram que vão comparecer às urnas no dia 15 de novembro, quando ocorre o primeiro turno. Outros 9,1% indicaram dúvidas quanto ao comparecimento à seção eleitoral e 4,9% não pretendem participar das eleições deste ano.

APROVAÇÃO – O Ipat também avaliou o índice de aprovação do segundo mandato do prefeito Alberto Mourão (PSDB), que continua alto: 79,7%. Outros 11,1% desaprovam e 9,4% não souberam responder. Quanto à avaliação da gestão Mourão, 27% consideram ótima e 43,2%, boa. Para 18,5%, a administração é regular; para 2% é ruim; outros 2,9% consideram péssima; e 5,9% não souberam responder.

LEGISLATIVO – Na pesquisa referente às eleições para a Câmara, que no próximo mandato terá 21 vereadores (atualmente são 19), a maioria dos eleitores ainda não decidiu em quem votar. Ao menos 59,6% afirmaram ter dúvidas quando ao candidato a vereador. Já 10% afirmaram que não devem escolher ninguém ou optar pelo voto em branco ou nulo.

Na modalidade espontânea, quando o eleitor é questionado em quem irá votar sem que o entrevistador apresente uma relação de candidatos, o resultado mostra que o praia-grandense aprova (com parcialidade) a atual composição do Legislativo. Entre os que já escolheram um candidato, a sondagem indica baixa renovação entre os representantes do povo no Legislativo.

Dos 20 nomes mais citados, sete já ocupam cargo parlamentar e outros três vereadores disputam o Executivo. O Ipat O IPAT ouviu 600 eleitores de Praia Grande no dia 21 de setembro. O nivel de confianca da pesquisa e de 95% e foi registrada na Justica Eleitoral sob o número SP 04550/202.

 

 

Ecovias

ecovias