Museu do Café voltará a funcionar nesta quinta, com horário diferenciado e capacidade reduzida

Além do horário reduzido, será permitido, apenas, a entrada de 40 pessoas a cada meia hora

Depois de cinco meses fechado para o público, devido à pandemia do covid-19, o Museu do Café, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, abrirá as portas novamente no dia 20 de agosto. Seguindo as medidas estipuladas pelos governos municipais e estaduais, a instituição terá um expediente menor, recebendo os visitantes de quinta a domingo, das 11h às 17h, com o fechamento da bilheteria às 16h.

Além do horário reduzido, o Museu também implantou novo protocolo de controle de acesso: será permitido, apenas, a entrada de 40 pessoas a cada meia hora. Além disso, cada módulo expositivo terá sinalização com a capacidade máxima de pessoas por ambiente, dispensers de álcool gel distribuídos por toda a edificação e será obrigatório o uso de máscara e aferição da temperatura para o acesso às instalações.

O Museu do Café conta com duas exposições temporárias: Calixto: discurso do progresso e identidade paulista e Café Árabe, um símbolo de generosidade. O público poderá visitar também a exposição de longa duração Café, patrimônio cultural do Brasil: ciência, história e arte e a Cafeteria do Museu, que segue aberta no mesmo horário do espaço museológico (11h às 17h), de terça-feira a domingo.

20/08/2020

 

Ecovias

ecovias