Obras do futuro complexo de segurança em Ocian avançam

Trabalhos desta etapa devem ser entregues em junho para que o projeto dê andamento

O galpão que receberá um conjunto de ações de segurança no bairro Ocian está prestes a entrar em uma nova fase das obras de remodelação. Chamado de Complexo de Segurança, o local receberá as equipes táticas da Guarda Civil Municipal (GCM), a 3ª Companhia da Polícia Militar, o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) e a Delegacia Seccional.

Os serviços serão divididos em duas etapas: no momento as reformulações estão na primeira, quase finalizadas, e focam na nova sede das equipes táticas da GCM — composta pela Ronda Ostensiva Municipal (Romu) e pela Ronda Ostensiva com Motos (Romo) — e também na criação da 3ª Companhia da PM.

De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos (Sesurb), responsável pelos trabalhos, há serviços de acabamento como pintura, cerâmica, instalação de sistema elétrico, de iluminação e, em breve, cabeamentos de rede. Toda a ação incluiu o reforço na alvenaria, criação e melhorias de salas, além de reestruturação do espaço no geral.

Já a segunda fase abrange a unidade do Deic e Delegacia Seccional. A previsão é de que a primeira fase dos trabalhos seja entregue em junho e a nova etapa iniciará logo depois.

O Complexo de Segurança ficará na rua Guimarães Rosa, nº 1.069, esquina com rua Nilza Ferreira Genário, que antes abrigava o antigo 45º Batalhão da Polícia Militar do Interior (45º BPM/I), que hoje está localizado em prédio na avenida Ayrton Senna, ao lado do Litoral Plaza Shopping.

Conforme o secretário de Assuntos de Segurança, tenente-coronel Maurício Vieira Izumi, o novo prédio facilitará a integração entre as três forças de segurança: GCM, Polícias Militar e Civil. “Haverá toda uma estrutura para cada uma das instituições. A Guarda, por exemplo, contará com uma sala de aula que será fundamental para a capacitação e instrução das equipes táticas. Certamente, a Cidade ganhará muito com este espaço”, declara.

A Prefeitura informou que a atual base da Guarda, localizada ao lado do Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no bairro Quietude, não será desativada, alegando que será feito apenas uma readequação, já que hoje as equipes táticas ocupam de forma provisória um espaço no Parque da Cidade, no Sítio do Campo.

18/05/2020

Foto: Divulgação/PMPG

 

 

 

Ecovias

ecovias