Delegacia especializada na prevenção da violência contra a mulher chegará a Itanhaém

A previsão é que a unidade comece a funcionar no final do semestre

Referência no atendimento humanizado às vitimas de agressões físicas e psicológicas, a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) é capacitada para fortalecer o tratamento e acolhimento ao público feminino e registrar casos de violência doméstica e familiar, abuso, assédio e tudo o que compõe a Lei Maria da Penha. E o decreto, assinado em março pelo governador João Doria, prevê a implantação de uma infraestrutura especializada em Itanhaém até o final deste semestre.

A proposta é concentrar as denúncias e os serviços de atendimento às vítimas em situação de violência, com efetivo, preferencialmente, composto por mulheres. O imóvel onde ocorrerão os serviços será cedido pela Prefeitura de Itanhaém em uma área próxima à região central. O prédio funcionará de segunda a sexta, das 9 às 18 horas, podendo sofrer alteração.

Hoje, além da delegacia e do 190, casos de violência contra a mulher podem ser denunciados junto à Central de Atendimento à Mulher, no telefone 180. “A partir da inauguração, todas as denúncias de violência doméstica deverão ser encaminhadas para a delegacia da mulher”, ressalta o delegado Ângelo Mathias da Silva.

31/03/2020

 

Ecovias

ecovias